Imprensa
Notícias

09/03
Com um jogador a menos, Caxias domina Juventude e vence clássico 283

Equipe do técnico Pingo realizou grande atuação e manteve tabu de não perder para o tradicional rival desde 2015

 

A S.E.R. Caxias enfrentou o Juventude nesta tarde de sábado, às 16h30, no Estádio Alfredo Jaconi. O Clássico Ca-Ju de número 283 foi válido pela 9 ª rodada do Campeonato Gaúcho 2019. Com dos gols de Rafael Gava e um de Júnior Alves, a equipe grená garantiu a vitória e o troféu RBS TV Caxias 50 Anos.

 

O JOGO

Com o apoio maciço da torcida, o Caxias dominou o jogo do primeiro ao último minuto. O primeiro lance perigoso da partida veio aos 10 minutos, com Rafael Gava, que recebeu cruzamento e de primeira mandou para o gol, para defesa de Marcelo Carné. Aos 14 minutos, Ruan recebeu lançamento, dominou e chutou cruzado. No meio da área, apareceu Rafael Gava para desviar e marcar o primeiro gol grená. O Juventude chegou ao ataque em seguida, com Breno, chutando de fora da área, mas sem perigo.  Aos 38 minutos, o lateral Samuel Balbino recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso da partida. Porém, mesmo com um a menos, o Caxias continuou com o domínio do jogo. Quatro minutos mais tarde, Bruno Alves fez jogada pela direita e cruzou. O zagueiro Genilson desviou a bola com o braço dentro da área e o pênalti foi assinalado para a equipe Grená. Rafael Gava, aos 43 minutos, cobrou a penalidade com maestria e ampliou o marcado.

 

O segundo tempo seguiu na mesma batida. Logo aos três minutos, Diego Miranda puxou o contra-ataque, tocou para Foguinho, que chutou forte para grande defesa de Carné.  Aos 13 minutos, Bruno Camilo tocou de cabeça para traz, o goleiro do Juventude demorou a sair e Júnior Alves aproveitou para pular e mandar a bola para a rede. O Caxias assim chegava ao seu terceiro gol. Aos 15 minutos, Braian Rodríguez assinalou o gol dos donos da casa, mas foi anulado por impedimento. Aos 37 minutos, o goleiro Lee foi exigido pela primeira vez, após chute de Eltinho e boa intervenção do defensor grená. Aos 46 minutos, o Juventude teve mais uma chance para descontar, mas Ávila cabeceou para fora.

 

PALAVRA DO TÉCNICO

“Eu valorizo muito essa vitória porque foi contra uma grande equipe. O resultado foi muito importante pois pensamos em conquistar o segundo ou o terceiro lugar da primeira fase. Eu sempre falei que tanto dentro e fora de casa a gente iria jogar do mesmo jeito,” destacou o técnico Pingo, após goleada no Clássico Ca-Ju 283.

 

Com a goleada diante do Juventude, a equipe grená alcançou os 16 pontos na tabela. O próximo compromisso da S.E.R. Caxias será contra o Aimoré, no dia 21 de março, pela 10ª rodada do Gauchão 2019, no Estádio Centenário.

 

Ficha da partida:

Escalação do E.C. Juventude: Marcelo Carné; Vidal, Genílson, Victor Sallinas e Eltinho; Rafael Jataí (Ávila, 31’1ºT), Mateus Santana, Breno (Caprini, 29’2ºT), Moisés (Bruno Camilo, 12’2ºT) e Dalberto; Braian Rodríguez. Técnico: Luiz Carlos Winck.

Escalação da S.E.R. Caxias: Lee; Muriel, Junior Alves, Thiago Sales e Samuel Balbino; Juliano, Foguinho, Rafael Gava e Diego Miranda (Léo Jaime, 43’2ºT); Bruno Alves (Marabá, 39’2ºT) e Ruan (Eduardo Diniz, 40’1ºT). Técnico: Pingo.

Arbitragem: Jean Pierre Lima, auxiliador por José Eduardo Calza e Maurício Coelho Penna. 4º árbitro: Éder Zanella.

 

Gols:  Rafael Gava (14’1ºT e 43’1ºT) e Júnior Alves (13’2ºT) para o Caxias.

Cartões amarelos: Eltinho, Caprini, Braian Rodríguez para o Juventude.

Samuel Balbino (2x) para o Caxias.

Cartões vermelhos: Samuel Balbino para o Caxias. 

 

Local: Estádio Alfredo Jaconi (Caxias do Sul).

Horário: 16h30.

 

 

Foto: Luiz Erbes/S.E.R. Caxias